Skip navigation
Result
Title: Incorporação de resíduos de beneficiamento de rochas ornamentais em concreto autodensável como Ecofiller
View/OpenFabio Conrado V JPCI.pdf ( 75.57 kB )
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.authorQueiróz, Fábio Conrado de
dc.contributor.authorCastro, Nuria Fernandez
dc.date.accessioned2016-09-22T14:28:38Z
dc.date.available2016-09-22T14:28:38Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.citationQUEIRÓZ, F. C. , CASTRO, N. F. Incorporação de resíduos de beneficiamento de rochas ornamentais em concreto autodensável como Ecofiller. In: JORNADA DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INTERNA DO CETEM, 5. Rio de Janeiro. Anais. CETEM/MCTIC, 2016.
dc.identifier.issn1983-1722
dc.identifier.urihttp://mineralis.cetem.gov.br/handle/cetem/1929
dc.description.abstractAs empresas que processam mármores e granitos, para rocha ornamental, acabam gerando no seu processo de beneficiamento, algo em torno de 40% de perdas, na forma de lascas e finos que atualmente são depositados em aterros, com capacidade limitada e que buscam a utilização desses resíduos. Os finos apresentam potencial de utilização em concretos como filler em produtos de base cimentícia, por sua fina granulometria e, em função de uma parceria do CETEM com o Istituto Internazionale del Marmo, busca-se incorprá-los ao concreto autoadensável por possuir em sua composição uma quantidade considerável de material granular de baixíssima granulometria. O concreto autoadensável é um concreto que apresenta elevada fluidez, trabalhabilidade e elevada resistência inicial, nivelando-se pela ação da gravidade sem necessidade de vibração. É muito utilizado na construção bombeado em obra, com o qual poderia ser uma boa aplicação para o aproveitamento dos resíduos de rochas ornamentais, por sua capacidade de absorção de grandes volumes. No presente trabalho, em andamento, estão sendo elaboradas misturas de concreto autoadensável, com resíduos de um aterro de Cachoeiro de Itapemirim, seguindo dosagens do IS.I.M e cujas características tecnológicas estão sendo testadas com auxílio das empresas Minerasul, Holcim e Chimica Edile do Brasil. Testes preliminares em obra obtiveram bons resultados com 100 kg de resíduo por m3 de concreto e testes preliminares nos laboratórios do NRES e da Minerasul mostraram que o resíduo é passível de ser incorporado ao concreto. Inicialmente estão sendo elaborados traços de concreto utilizando os resíduos de mármores e nos concretos obtidos serão feitos os ensaios apontados na norma ABNT NBR 15823:2010. Os resultados a serem obtidos darão suporte para a para incorporação de resíduos de outros materiais, (granitos e outros).
dc.language.isopt_BR
dc.publisherMCTIC/CETEM
dc.subject.otherRochas ornamentais
dc.subject.otherReciclagem de resíduos
dc.subject.otherEcofiller
dc.titleIncorporação de resíduos de beneficiamento de rochas ornamentais em concreto autodensável como Ecofiller
dc.titleIncorporation of processing waste of ornamental concrete self-compacting as Ecofiller
dc.subject.enOrnamental stones
dc.subject.enWastes recycling
dc.subject.enEcofiller
dc.description.abstractenCompanies that process marble and granite for ornamental stones, end up generating in its processing, approximately 40% of losses in the form of chips and fines that are currently stocked in landfills, with limited V Jornada do Programa de Capacitação Institucional – CETEM 2 capacity and seeking to use such waste. The fines have potential for use in concrete as filler, for its fine grain-size and, due to a partnership of CETEM with the Istituto Internazionale del Marmo – IS.I.M., this study aims to use them in self-compacting concrete as this concrete needs in its composition a considerable amount of granular material of very low particle size. The self-compacting concrete has high fluidity, workability and high early strength, leveling up by gravity without vibration. It is widely used in building pumped on site, what could be a good application for the recovery of waste of ornamental stones, for its ability to absorb large volumes. In this work in progress, are being developed self-compacting concrete mixtures with waste from a landfill of Cachoeiro de Itapemirim, following IS.IM dosages and whose technological features are being tested with the help of Minerasul, Holcim and Chimica Edile in Brazil. Preliminary tests on site obtained good results with 100 kg of waste per m 3 of concrete and preliminary tests in NRES and Minerasul laboratories showed that the residue is capable of being embedded in the concrete. Initially are being prepared concrete mixtures using waste marble whose technological characteristics will be tested following the NBR 15823: 2010 standard. The expected results to be obtained will support the incorporation of other materials wastes (granites and others).
dc.identifier.spci5
Appears in Collections:Jornada PCI



The itens in the repository are protected by copyright with all rights reserved, except where indicated otherwise.