Skip navigation
Result
Title: Digestão de amostras geológicas para a quantificação de elementos das terras raras: Uma abordagem sustentável
View/Opensta-111.pdf ( 1.69 MB )
Author: Oliveira, Andrey Linhares Bezerra de
Carneiro, Manuel Castro
Alcover Neto, Arnaldo
Afonso, Júlio Carlos
Monteiro, Maria Inês Couto
Silva, Lílian Irene Dias da
Silva, Lilian da
Keywords: Química verde
Terras-raras
Ácido-fosfórico
Amostras geológicas
Date of Public.: 2020
Publisher: CETEM/MCTI
Citation: OLIVEIRA, A. L. B. et al. Digestão de amostras geológicas para a quantificação de elementos das terras raras: Uma abordagem sustentável. Rio de Janeiro : CETEM/MCTI, 2020. Série Tecnologia Ambiental, 111. 54 p.
Abstract: O interesse na utilização de elementos das terras raras (ETRs) tem sido tão grande que o desenvolvimento de métodos analíticos adequados para a determinação das suas frações mássicas em amostras geológicas tornou-se iminente. Diferentes misturas ácidas têm sido utilizadas nas digestões de amostras geológicas para a quantificação de ETRs, sendo que a maioria contém ácido fluorídrico (HF) para a dissolução dos silicatos. Entretanto, esse ácido é altamente tóxico e seu excesso nas soluções provenientes da etapa de digestão pode causar vários problemas analíticos. Por outro lado, o ácido fosfórico (H3PO4), que tem sido pouco utilizado nas digestões de amostras geológicas, apresenta menor risco de manipulação e, em soluções diluídas, é compatível com os acessórios de vidro e quartzo dos equipamentos analíticos. Esse trabalho teve como objetivo avaliar a substituição das misturas ácidas contendo HF por H3PO4 nas digestões de amostras geológicas para a quantificação de ETRs. O método de digestão consistiu em dissolver 150 mg de amostra com H3PO4 85% m/m (10 mL) a 290°C por 3 h em um sistema aberto. Seis materiais de referência certificados (MRCs) (DC86318, CGL 111, CGL 124, CGL 126, OKA-2 e COQ-1) e três amostras (Araxá, Catalão e Pitinga) foram analisadas por espectrometria de emissão ótica com plasma indutivamente acoplado (ICP OES). As composições mineralógicas das amostras, MRCs e resíduos de digestão, que foram obtidos em quantidades relativamente altas, são apresentadas. Os resultados indicaram que a digestão com H3PO4, em um sistema aberto, é adequada para amostras geológicas contendo diferentes composições mineralógicas, exceto aquelas contendo ETRs associados ao xenotímio. Além disso, a digestão é mais rápida (3 h de digestão) e mais segura quando comparada aos métodos que envolvem o uso de HF em sistemas abertos.
URL: http://mineralis.cetem.gov.br/handle/cetem/2370
ISBN: 978-65-5919-022-5
ISSN: 0103-7374
Appears in Collections:Série Tecnologia Ambiental



The itens in the repository are protected by copyright with all rights reserved, except where indicated otherwise.